Logo Credinet

Logo Credinet


Notícias

ACIR realiza hoje 12º Encontro de Comerciantes de Rondonópolis

Fonte: Rafael Vicentini
ACIR realiza hoje 12º Encontro de Comerciantes de Rondonópolis

Uma das formas de manter os empresários, especialmente aqueles que atuam no comércio, informados sobre as tendências de mercado e o cenário político e econômico é através do compartilhamento de conhecimento e dados atualizados não só da região, mas também a nível nacional. Desse modo, a ACIR vai comemorar a passagem do Dia do Comerciante, com a realização da 12ª edição do Encontro de Comerciantes de Rondonópolis.


O evento já é tradicional na cidade e conta sempre com uma personalidade de renome nacional que vem até o município para passar todo conhecimento sobre as atualidades e do que pode se esperar no ramo dos negócios em geral. Esse ano, o convidado para abrilhantar o encontro é Germano Rigotto, advogado, foi vereador, deputado estadual e federal e teve sua última experiência na carreira política como governador do Rio Grande do Sul. Em todas as legislações foi atuou fortemente no setor econômico, liderando questões nacionais importantes sobre tributação e finanças.


A ACIR está congregando nesse evento outras entidades representativas do comércio, como a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e o Sindicato do Comércio de Rondonópolis. Essa união das entidades demonstra um novo momento em que esses representantes estão vivendo, com foco no desenvolvimento da região por meio do fortalecimento de todo o comércio e parque industrial da cidade.


O Encontro de Comerciantes acontece no dia 14 de julho, a partir das 19:30, no Ideia’s Buffet. O evento é aberto ao público e para participar é preciso comprar ingressos individuais à venda na ACIR que fica na Rua Otávio Pitaluga 692, no centro. Os valores dos ingressos são diferenciados para empresas associadas ou não à ACIR, sendo R$ 30 para associados e R$ 50 para não associados. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3439-8000.


Conheça um pouco mais sobre Rigotto

Germano Antônio Rigotto, gaúcho de Caxias do Sul, cursou Odontologia e Direito e começou sua vida pública em 1976, eleito vereador na sua cidade natal. Em 1982, foi eleito deputado estadual com a conquista de uma das mais expressivas votações da história do seu partido e reeleito em 1986, fazendo a segunda maior votação no Estado. Foi líder do governo estadual, presidente da Comissão Parlamentar de Estudos do Sistema Financeiro e Bancário do Estado, além de ter sido Constituinte Estadual.


Na década de 90, foi três vezes eleito deputado federal, mantendo-se sempre entre os dois parlamentares mais votados do Rio Grande do Sul. No Congresso Nacional, foi líder do partido e líder do Governo Fernando Henrique Cardoso. Rigotto também coordenou a Bancada Gaúcha e o Núcleo Parlamentar de Estudos Tributários e Contábeis – trabalho voltado, especialmente, para a criação do SIMPLES (Sistema Integrado de Pagamento de Impostos). Presidiu as Comissões mais importantes da Câmara, entre elas a de Finanças e de Tributação.


Ao longo dos seus três mandatos como deputado federal, Rigotto foi relator de importantes matérias, como a Lei Rouanet de incentivo à cultura e do Programa de Renda Mínima e presidiu a Comissão de Reforma Tributária, da Câmara Federal.


Germano Rigotto também se destacou como palestrante no Brasil e no exterior, tratando de temas da área econômica e política nacional.


Em novembro de 2002, foi eleito governador do Estado do Rio Grande do Sul. Venceu nos dois turnos das eleições. Sua gestão foi marcada pela ética e pela transparência, além de uma série de avanços, sobretudo na área social: em quatro anos, a taxa de mortalidade infantil tornou-se a mais baixa do país e a Unesco destacou o ensino gaúcho como o melhor de todo o Brasil.


Durante seu governo, centenas de novos empreendimentos privados de grande porte se instalaram no Rio Grande do Sul. Sua administração também foi responsável por criar a melhor legislação do Brasil para as micro e pequenas empresas. Com várias medidas de modernização de gestão, seu governo foi o pioneiro do país a implantar o Pregão Eletrônico, a Certificação Digital e o ICMS Eletrônico.


Em 2006, apoiado em sua experiência como Governador do Estado, Rigotto foi pré-candidato do seu partido, o PMDB, à Presidência da República.

Deixe seu comentário

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

Veja também