Acessar Credit Consult Acessar Credit Consult


Notícias

ACIR entrega agenda propositiva ao governador Pedro Taques

Data: 30/11/-0001 - Fonte: Cláudia Bouviê
ACIR entrega agenda propositiva ao governador Pedro Taques

A convite do presidente da ACIR, Juarez Orsolin, o governador Pedro Taques acompanhado de secretários de Estado, assessores, deputados estaduais, secretários municipais e o prefeito Zé Carlos do Pátio, participaram de uma reunião com empresários de Rondonópolis, no auditório da Entidade, na tarde desta sexta-feira, 08.

Na pauta a entrega de uma agenda propositiva que aponta soluções para problemas que afetam a população e também as atividades empresariais. “Temos muita preocupação com que enfrentamos em Rondonópolis que, por vezes nem demandam tantos recursos, mas um pouco mais de atenção por parte do Estado ao município”, disse Juarez Orsolin.

Na proposta de participação efetiva do governo, a ACIR elencou assuntos como as obras de ampliação do Aeroporto Municipal, de responsabilidade do Estado; e também solicitou celeridade no processo de concessão para garantir que recursos sejam aplicados no próprio Aeroporto, oferecendo condições de pousos e decolagens dentro das exigências da Anac.

Na área urbana a solicitação foi para definir cronograma de obras na Avenida W 11, com galerias de águas pluviais, pavimentação e a ponte sobre o Rio Vermelho, criando um novo acesso à BR 364. Além disso foi solicitado atenção especial aos Distritos Industriais, que precisam de recuperação das vias internas e acessos.

Outra preocupação da ACIR levada ao governador foi com relação a carga tributária das empresas com as mudanças propostas no Simples Nacional. A Entidade fez sugestões para garantir a continuidade das atividades de grande parte das empresas, como as microempresas que faturam até R$ 360.000,00/ano que seja pago o ICMS na guia do Simples Nacional, isentando todas as mercadorias de substituição tributária; para empresas que faturam até 1,2 milhão/ano, total dispensa de substituição tributária fixando em 7,5 % de impostos (por Lei Estadual); Para empresas com faturamento entre 3,6 milhões e 4,8 milhões por ano, que só estão contempladas com o Simples Nacional, que tenha alíquota de ICMS diferenciada – sugerida em 9%.

Junta Comercial de Mato Grosso- Jucemat

“A reestruturação da Junta Comercial de Mato Grosso – Jucemat, é imprescindível para o incentivo aos empresários já estabelecidos e aos novos. Hoje, a falta de pessoal, equipamentos, espaço físico e condições para agilizar os processos se tornam empecilhos para a criação de novas empresas e regularização das existentes. Além disso, é necessária a adequação do convênio entre Secretaria Estadual de Fazenda e Junta Comercial de Mato Grosso a fim de melhorar as condições e o atendimento na sede da Sefaz em Rondonópolis  e também no preposto da Jucemat na ACIR”, esta foi mais uma proposta entregue ao governador, disse Juarez.   

O governador Pedro Taques ouviu as reivindicações da classe empresarial assinou a Agenda Propositiva e colocou o secretariado estadual à disposição da ACIR. “Sempre digo que o Estado não produz recurso nenhum, o Estado depende dos empresários, que trabalham geram renda e emprego e, além disso pagam seus tributos que acabam por alimentar a máquina administrativa. Por isso eu quero e preciso estar junto de vocês para que esse setor cresça cada vez mais, dando condições do Estado prosperar. Temos de manter a parceria e é de meu interesse dar condições para que vocês, empresários, trabalhem e contribuam para que Mato Grosso enfrente a crise com menos impacto”.

Por fim os secretários que acompanharam o governador permaneceram na reunião e atenderam a cada solicitação da ACIR, dando uma perspectiva de que realmente a parceria governo do Estado e Entidade está mais firme do que nunca.

Participaram do encontro vários diretores da ACIR, vereadores e empresários interessados no desenvolvimento da cidade. 

Deixe seu comentário

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

Veja também