Acessar Credit Consult Acessar Credit Consult


Notícias

Perfil Rondonópolis tem 90% de dados computados

Data: 13/04/2018 - Fonte: Cláudia Bouviê
Perfil Rondonópolis tem 90% de dados computados

Em reunião no auditório da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis – ACIR, na manhã dessa segunda-feira, 26, a equipe do Instituto de Pesquisa ACIR – IPA, apresentou o andamento da coleta de dados para a formatação da nova edição do Perfil Rondonópolis, que aponta ainda a demografia, economia e geografia do município.

O presidente da ACIR, Juarez Orsolin; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Milton Mutum; o responsável pelo departamento de Estatística da Prefeitura, Amauri Xavier; o gerente administrativo da ACIR, Robson Neves;  o consultor Wanderlan Barreto da Rosa e o supervisor e a coordenadora do IPA, Leonardo Epifanio e Franciele Leonel, participaram da reunião.

O presidente Juarez Orsolin falou da importância do trabalho de pesquisa da ACIR. “O Perfil virou referência para muitos setores. Estudantes buscam informações para trabalhos universitários; empresas interessadas em investir na cidade também avaliam os dados do Perfil para decidir sobre empreendimentos; enfim, o resultado dessa pesquisa serve como material didático e influencia na economia e nos negócios na cidade”.

Juarez falou também da importância de manter o padrão do Perfil, desde a pesquisa e computação dos dados. “A pesquisa técnica garante a credibilidade que o trabalho conquistou no decorrer dos anos, por isso não mudamos a estratégia de coleta de dados. Pelo lado empresarial, notamos que o Perfil é referência também na hora de traçar um plano de negócios pois é nele que o empresário encontra as condições da cidade, como economia, índice de crescimento, saúde, educação, Índice de Desenvolvimento Humano – IDH, comércio, indústria, emprego, enfim, a realidade de Rondonópolis estará compilada na nova edição do Perfil Rondonópolis”.

A coordenadora e o supervisor do IPA, Franciele Leonel e Leonardo Epifanio, apresentaram os dados que já estão prontos. “Temos 90% das informações e, inclusive gráficos e planilhas prontas. Na verdade, estamos hoje dependendo de informações da Prefeitura e do IBGE, que só deve liberar em março o senso agropecuário”, explicou Leonardo.

Deixe seu comentário

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

Veja também