Logo Credinet

Logo Credinet


Notícias

Persistência, garra e fé, receita do sucesso

Data: 13/04/2018 - Fonte: Cláudia Bouviê
Persistência, garra e fé, receita do sucesso

Uma noite especial no auditório da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis marcou o Dia Internacional da Mulher.

O Núcleo da Mulher Empresária do Projeto Empreender da ACIR, convidou três mulheres que têm história e tinham segredos sobre a trajetória marcada por percalços e conquista do sucesso.

O presidente da ACIR, Juarez Orsolin deu as boas vindas ao público e destacou a força da mulher na entidade. “Na diretoria temos cerca de 20% de mulheres, já no quadro de colaboradores elas somam 76%. Nós acreditamos na força e na competência feminina e queremos ter novamente uma mulher na presidência, já que nos 62 anos de história da ACIR só por uma vez uma mulher assumiu o cargo de presidente”, disse Juarez que reafirmou o avanço do número de mulheres que encabeçam empresas e dominam os negócios.

As convidadas da noite, Iracema Dinardi Peixoto, Marchiane Fritzen e Virgínia Maria Francisco de Oliveira, apresentaram suas histórias, narraram suas dificuldades e suas conquistas.

“Sou paranaense e teimosa, cresci ouvindo meu pai dizendo que ‘mulher não trabalhava fora de casa’ e contestei, convenci e venci. Hoje tenho certeza que ele se orgulha da minha garra”, contou Iracema, educadora e empresária que começou humildemente e hoje tem no CIE uma das maiores e mais sólidas escolas particulares de Rondonópolis.

Marchiane Fritzen, jovem empresária do setor de saúde, contou sobre sua vida. De família de classe média que sobreviveu à falência dos negócios à reconquista de um lugar, graças à garra e muito trabalho. “Depois de ver a família perder tudo saí em busca de sobrevivência, de babá, frentista, secretária e concursada na prefeitura, vivi cada fase com muita força. Só mais tarde é que direcionamos nossos esforços na Gera Medicina, que hoje, é a base de nossa estrutura profissional e financeira”.

“Trabalhar com amor, rezar, pedir e agradecer a Deus todos os dias e, lógico, não perder nenhuma oportunidade. Tenho história de vida de mãe, de funcionária, de empreendedora e também de empresária de sucesso. Detalhes fizeram a diferença e hoje me emociono quando revivo os momentos bons e também dos difíceis. Sem dúvida minha trajetória marca a vida de muita gente, teve épocas em que eu empregava 52 costureiras. Passamos por altos e baixos, mas estamos aqui, firmes e fortes”, relatou Virgínia da Rondopano.

Os participantes do Painel contribuíram com o Lar dos Idosos e entregaram fraldas geriátricas, que serão doadas à instituição na próxima semana.

Deixe seu comentário

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

Veja também