Acessar Credit Consult Acessar Credit Consult


Notícias

Dia dos namorados deve acelerar vendas

Data: 30/05/2018
Dia dos namorados deve acelerar vendas

O Instituto de Pesquisa ACIR – IPA fechou esta semana o relatório dos trabalhos realizados entre os dias 14 a 21 de maio, para saber dos consumidores rondonopolitanos quais as intenções na hora de decidir sobre o presente para a pessoa amada.

Os entrevistados pelos pesquisadores mostraram que cresceu o número de pessoas que pretendem presentear. Do ano passado para este ano, as intenções de comprar presentes passaram de 65% para 76% dos consumidores, um aumento de 11% de compradores no mercado da cidade. 

O que não aumentou foi o valor do presente, que está igual ao Dia dos Namorados de 2017, e deve ficar entre R$ 81,00 até R$ 150,00.

Quem respondeu a pesquisa e disse que não vai comprar presentes (24,2%), alega que a condição financeira é a culpada pela falta de comemoração com presentes este ano.

Mais uma vez as lojas do centro da cidade têm a preferência dos consumidores, com 58,2%, ficando o shopping com 32,4%. Pouco menos de 10% ainda prefere comprar pela internet ou nas lojas de seus bairros. Além disso, a maioria vai deixar para comprar o presente na última hora.

Com base nos dados apurados pelo IPA, as sugestões são para os comerciantes que têm da data mais uma possibilidade de aumentar as vendas e o faturamento, é adotar estratégias de marketing, já que muita gente ainda não decidiu o que comprar; usar as mídias eletrônicas (internet, facebook e whatsApp) como meio de divulgação dos produtos, pois esta é a mais acessada pelos consumidores potenciais. Além disso garantir as vendas com bom atendimento, ofertas e vitrines decoradas.

Roupas (13,3%) e perfumes (7,6%) são os preferidos na lista de presentes, mas é bom lembrar que os indecisos ainda são maioria (48,4%). Confira acima da matéria.

Aproveite e acesse o relatório completo.

Cláudia Bouviê

 

Deixe seu comentário

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

Veja também