Logo Credinet

Logo Credinet


Notícias

Mulheres cobram agilidade e eficiência no processo de concessão do aeroporto

Data: 13/06/2018
Mulheres cobram agilidade e eficiência no processo de concessão do aeroporto

Os representantes da bancada mato-grossense, senadores José Medeiros e Wellington Fagundes, deputados Adilton Sachetti, Nilson Leitão e Vitório Galli, e o Ministro da Agricultura Blairo Maggi, acompanharam o grupo de mulheres de Rondonópolis que foram a Brasília saber do andamento do processo de concessão do Aeroporto Municipal Maestro Marinho Franco, com mais quatro aeroportos do Estado. O encontro foi na tarde dessa quarta-feira, com o Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro.

Além dos representantes estaduais, recebeu as mulheres do Grupo que luta por melhorias em Rondonópolis, o diretor do departamento de Políticas Regulatórias da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Ronei Saggioro Glanzmann, que explicou como será o processo de concessão da unidade da cidade.

O diretor da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis, Miguel Mendes, que estava em Brasília, também participou do encontro e solicitou maior celeridade no processo de concessão do aeroporto, na homologação dos equipamentos que estão instalados no Aeroporto mas não foram liberados para uso e orientação de pousos e decolagens, além de definição no projeto de reforma que possa incluir a construção do túnel de acesso às aeronaves – finger.

As representantes do Grupo de Mulheres Pró Rondonópolis que participaram da reunião em Brasília foram Tânia Balbinot, Elenice Balaroti, Fátima Maggi e Shirlei Sandin.  Elas levaram aos parlamentares mato-grossenses e ao ministro Valter Casimiro, o descaso com que o Aeroporto Municipal está sendo tratado, sem serviço de limpeza interna e externa, sem manutenção de instalações elétricas e hidráulicas e praticamente sem condições de uso pelos passageiros. 

Cláudia Bouviê

Deixe seu comentário

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

Veja também