Acessar Credit Consult Acessar Credit Consult


Notícias

Obras da BR 364 devem ser retomadas e com mudanças no projeto

Data: 07/11/2018 - Fonte: Cláudia Bouviê
Obras da BR 364 devem ser retomadas e com mudanças no projeto

Uma manhã de decisões movimentou representantes de entidades e instituições públicas e privadas na sala de reuniões da Prefeitura de Rondonópolis. O prefeito Zé do Pátio chamou os envolvidos nas discussões sobre as obras de duplicação da BR 163/364, no perímetro urbano para tentar um acordo para que o impasse chegue ao fim. 

Polícia Rodoviária Federal, Associação dos Transportadores de Cargas de Mato Grosso, Concessionária Rota do Oeste, Câmara de Vereadores, Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre, Prefeitura e empresários, por meio da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis marcaram presença, afim de elaborar um documento com as necessidades de cada setor.

”Vamos pôr fim aos maus entendidos, vamos ver o que cada um pensa e precisa para sua categoria e documentar. A partir disso, vamos negociar a conclusão da duplicação diretamente com a Agência Nacional de Transportes Terrestre – ANTT, em Brasília”, disse o prefeito Zé do Pátio.

 “Parece que vamos ver o fim do impasse e o começo da solução definitiva desse gargalo que é a travessia urbana. É justamente aqui em Rondonópolis que o trânsito de caminhões praticamente para, porque não existem obras estruturadas para atender a grande demanda do movimento nas rodovias federais. Agora acredito que a obra será realidade”, disse Juarez Orsolin, presidente da Acir.

Durante a manhã foi formada a comissão que passou o resto do dia elaborando o documento. Representando a ATC e a Acir, o diretor Miguel Mendes, ajudou a traçar os pontos principais das alterações do projeto inicial.  “Depois de muita discussão e de muitos entraves, queremos que a obra seja concluída e, para isso, pontuamos, junto com as outras entidades e instituições representadas aqui, algumas mudanças necessárias. Além das questões técnicas que envolvem drenagem, ciclovia, canteiros e pistas laterais, estão na solicitação a construção de passarelas para pedestres, passagem subterrânea na altura de bairros para garantir o tráfego seguro, iluminação e sinalização de todo o trajeto”, disse Miguel Mendes.

Todas as alterações foram compiladas em um documento, assinado pelos presentes e que será entregue na ANTT, em Brasília, pelo prefeito Zé do Pátio, ainda esta semana.

Deixe seu comentário

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

Veja também