Acessar Credit Consult Acessar Credit Consult


Notícias

Negócios imobiliários na mira do Leão, um alerta para o setor

Data: 01/03/2019 - Fonte: Cláudia Bouviê
Negócios imobiliários na mira do Leão, um alerta para o setor

Foto: Assessoria Acir

A Acir, por meio do Núcleo das Imobiliárias do Programa Empreender, reuniu esta semana corretores de imóveis e empresários do setor, para debater um assunto que está em foco diariamente nas transações de compra e venda de imóveis.

“Cuidado com o Leão quando comprar ou vender imóveis” foi o tema central da palestra, ministrada pelo contador Thiago Zuffo a um grupo seleto de profissionais do setor imobiliário. O palestrante trouxe para os integrantes do Núcleo os alertas e as novidades sobre os procedimentos legais para comercialização, transferência e recolhimento de Imposto de Renda sobre essas negociações.

“Temos regras básicas que podem evitar transtornos futuros para os empresários do setor e, principalmente, para os próprios clientes, que negociam seus imóveis por meio desses corretores.  A questão é que as taxas (principalmente os impostos) assustam e, muitas vezes afastam o negociador da legalidade. Isso pode trazer sérios problemas e é preciso ter muito cuidado”, explicou Thiago Zuffo.

O presidente da Cooperativa de Corretores de Imóveis de Mato Grosso, Jorge Ferreira Caetano, disse que a palestra veio em boa hora. “É importante para todos os profissionais da área esses esclarecimentos, apesar de que os problemas muitas vezes acontecem mesmo por falhas no cumprimento das normas. Temos um histórico de ‘negócios’ imobiliários feitos há anos e nunca legalizados, documentos não registrados, enfim, Mato Grosso não é diferente de outros Estados, onde os imóveis trocam de mãos sem trocar de donos legítimos, ou oficiais. Isso tudo pode trazer sérios problemas e, mais uma vez, fomos alertados”.

O presidente da Cooperativa disse ainda que os negócios feitos em décadas passadas precisam ser legalizados e hoje é necessário que se faça tudo dentro da Lei. “Sempre alertamos nossos clientes de que a legalidade garante a tranquilidade. De nada adianta sonegar ou mesmo promover negócios escusos porque a tecnologia nos acompanha, nos vigia e promove o cruzamento de dados. Um dia o erro aparece, esse é o alerta que precisamos que todos entendam. Assim os negócios imobiliários andam legalmente e não causam problemas para quem compra ou para quem vende qualquer imóvel”.

Deixe seu comentário

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

Veja também