Acessar Credit Consult Acessar Credit Consult


Notícias

Ministério Público de Mato Grosso recebe presidente da Acir e as oportunidades para melhoria do aeroporto de Rondonópolis estiveram em pauta

Data: 12/05/2022 - Fonte: Assessoria de Imprensa Acir Gabriela Zangari
Ministério Público de Mato Grosso recebe presidente da Acir e as oportunidades para melhoria do aeroporto de Rondonópolis estiveram em pauta

Foto: A Tribuna

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, representado pela promotora Dra. Joana Ninis, recebeu o presidente da Acir Renato Del Cistia para uma reunião de alinhamento sobre a quantidade de voos, o contrato com a concessionária e as recorrentes questões em relação à infraestrutura do Aeroporto Municipal Maestro Marinho Franco.

Segundo a promotora, Dra. Joana Ninis, durante uma reunião no começo desta semana com a concessionária do aeroporto, a Centro-Oeste Airports (COA), o aeroporto está com um projeto para reformas e melhorias em sua infraestrutura. A promotora ainda confirmou que a concessionária está dentro do prazo contratual e dentro da lei, mas está aguardando documentos contratuais probante.

Para o presidente da Acir, Renato Del Cistia, essa parceria entre a Acir e o Ministério Público representa um ponto importante para o desenvolvimento econômico de Rondonópolis, “Como presidente da Acir, eu carrego a responsabilidade de ser a voz dos empresários da nossa cidade, e há muito tempo estamos trabalhando pelo aeroporto, então ser tão bem recebido e ouvido pela promotora, demonstra que juntos conseguiremos fazer a diferença. A Acir e Ministério Público estão trabalhando para que a cidade cresça, se desenvolva, gerando renda, trabalho e oportunidades”, diz Renato Del Cistia.

Ainda hoje, no auditório da Acir, teremos uma reunião com a empresa Azul Linhas Aéreas, o Poder Executivo Municipal e a sociedade, para tratar sobre as oportunidades de melhorias para os voos em Rondonópolis.   

Deixe seu comentário

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

Veja também