Acessar Credit Consult Acessar Credit Consult


Notícias

Acir reúne lideranças em busca de alternativas para viabilizar aeroporto de Rondonópolis

Data: 13/05/2022 - Fonte: Assessoria de Imprensa Acir Gabriela Zangari
Acir reúne lideranças em busca de alternativas para viabilizar aeroporto de Rondonópolis

Mais voos, melhores conexões, infraestrutura precária, mais segurança para pouso e decolagem?!  São muitos os “por quês” de o Aeroporto Municipal Maestro Marinho Franco não conseguir acompanhar o crescimento socioeconômico da pujante Rondonópolis.

No final desta semana, a Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis, organizou uma reunião com o poder público, representantes da sociedade civil organizada e a empresa Azul Linhas Aéreas com o intuito de traçar possibilidades e soluções para os empasses em volta do aeroporto de Rondonópolis.

Na ocasião estavam presentes, o presidente da Acir, Renato Del Cistia, o vice-prefeito Aylon Arruda, o secretário de desenvolvimento econômico, Alexsandro Silva, o vice-presidente do Codipi e presidente do conselho superior da Acir, Juarez Orsolin, a presidente do Observatório Social de Rondonópolis (OSR), Shirley Mesquita Sandin, a representante do Grupo de Mulheres em Prol de Rondonópolis (GMPR), Tânia Balbinot, e o gerente de planejamento de malha sênior da Azul, Vitor Silva.

Para o presidente da Acir, Renato Del Cistia, com a união da sociedade civil organizada e o diálogo direto com o poder público, as chances de viabilizar o aeroporto, agora são maiores que nunca. “A luta por um aeroporto com uma boa infraestrutura e uma quantidade maior de voos é uma demanda de mais de 20 anos que a Acir vem liderando e pela primeira vez nós vimos uma possibilidade de efetivar essa questão ”, disse Renato.

Resolver, essa foi a palavra chave da reunião, segundo a representante do Grupo de Mulheres em Prol de Rondonópolis (GMPR), Tânia Balbinot. “Vamos continuar essa luta para ajudar o aeroporto a realmente funcionar e identificar os pontos em que nós sociedade podemos ajudar. O aeroporto é uma porta de entrada e saída de riquezas, de novas possibilidades e de evolução em todos os aspectos para nossa cidade”, diz Tânia.

Descobrir possibilidades para melhorar não só o horário dos voos, mas ter mais destinos para atrair um fluxo maior de pessoas, é o que garante o vice-prefeito, Aylon Arruda. “Rondonópolis é uma cidade polo e tem uma população circulante de mais de 600 mil pessoas, nós temos por obrigação ter uma logística melhor em nosso aeroporto. Antes, o aeroporto era público, gerido pelo município e foi feita uma concessão onde nós esperávamos melhorias, um aumento nos voos e mais alternativas de destinos, porém, não é isso que estamos vendo, ainda que a concessionária responsável esteja dentro do cronograma estabelecido pelo contrato”, afirma o vice-prefeito.

Em resposta, a empresa Azul Linhas Aéreas ofereceu ajuda com uma consultoria de técnicos e engenheiros aeronáuticos para entender quais demandas de infraestrutura possibilitariam um investimento, e uma nova logística de voos da empresa no aeroporto. “Nós acreditamos em Rondonópolis e queremos colocar mais voos e atendê-los da melhor maneira, mas é preciso o apoio de vocês, é indispensável uma infraestrutura melhor”, explica o gerente de planejamento de malha sênior da Azul, Vitor Silva.

Deixe seu comentário

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

Veja também